quarta-feira, 1 de novembro de 2017

FREUD EM ITABAIANA

Freud em Itabaiana.

Freud é um gênio pouco lido e muito citado. Entre os conceitos freudianos o complexo de Édipo é o mais lembrado, chegando a se tornar popular em Itabaiana. Eu explico. Pegaram o complexo e esqueceram o Édipo. Em psicologia, complexos são aspectos emocionais reprimidos, capazes de provocar distúrbios psicológicos permanentes ou mesmo sintomas de neuroses. Em Itabaiana deram um uso universal aos complexos. Qualquer desajuste psicológico ou comportamental, qualquer desvio de conduta, o sujeito era logo taxado de complexado. É complexo, bradavam nas esquinas. Tinha complexo de pobre, feio, baixo, gordo, corno, burro, e por aí a fora. Um dos piores xingamentos era ser chamado de complexado. Não conheci ninguém em minha infância que, uma vez ou outra, não tivesse recebido essa pecha. Fulano tem complexo de pobre, sicrano tem complexo de feio, cada um tinha o seu.

Freud saiu de moda em Itabaiana. Procurei saber quem eram os atuais complexados, e ninguém sabe mais o que é isso. O complexo desapareceu sem tratamento ou, sei lá, mudou de nome. Deve ser um desses transtornos nomeados pela psiquiatria.

Antonio Samarone.