quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE


A SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE.
                                                   
O Governador Seixas Dória indicou como Diretor do então Departamento de Saúde Pública o Dr. Alexandre Gomes de Menezes Netto (foto), Sanitarista pernambucano radicado em Sergipe, médico da SUCAM, professor de parasitologia da UFS, que entre suas metas incluía a transformação do Departamento, vinculado a Secretaria de Educação, numa Secretaria independente. O golpe militar de 1964 frustrou esse plano.

O Governador Celso de Carvalho, em 16 de outubro de 1964, sancionou a lei nº 1.289, criando a Secretaria da Saúde e Assistência Social, indicando como primeiro Secretário, o médico sanitarista Walter Cardoso (1911 – 2001), intelectual experiente e de boa formação, professor de Doenças Infecciosas e Parasitárias da UFS. O Dr. Walter tomou posse no dia 22 de outubro, às 10 horas da manhã, chamando a atenção para a falta de saneamento, e para os elevados índices de diarreia infantil no estado, definido suas metas.

Chama a atenção o artigo 4º da Lei - o cargo de Secretário de Saúde e Assistência Social, de imediata confiança e livre escolha do Governador do Estado, será exercido, em comissão, por medico de preferência especialistas em Saúde Públicas, com os direitos, vantagens e prerrogativas dos demais secretários de Estado.


As prioridades estavam mudando, a Saúde que no Brasil era sinônimo de Saúde Pública, passava a abrigar as ações de assistência social. A nova Secretária possuía serviços de profilaxia da lepra, da tuberculose, um serviço de amparo a maternidade e a infância, e o serviço de assistência aos psicopatas. Chama a atenção o fato de que em Sergipe, a assistência social é anterior a assistência médica entre os serviços ofertados pela instituição sanitária.